Sunday, December 03, 2006

Did you know you made me die?

Agora durmo,
Numa imensidão do teu antes.
Daquilo que nunca foi,
De ti, que nunca serás.

Agora durmo,
Perdido num limbo de nada.
Nas memórias de algo,
Que não existe, nem existiu.

Agora durmo.
Penso em motivos,
Perdidos no seu tempo,
Escondidos para sempre de ti.

Agora durmo,
Porque não me deixaste acordar.

2 comments:

Afiadora said...

Uau! Efectivamente, gostei!
O jeitinho para a escrita está, cada vez mais, a incorporar-te... ;)

Catarina said...

Vá lá...
Mais qualquer coisita para nós lermos!!!
Bom Natal, da nova amiga que tanto te dá cabo da cabeça!!!!
Catarina