Friday, August 18, 2006

Cadeiras e Morangos


Que têm estas duas coisas em comum? À primeira vista nada. À segunda, aparentam nada ter. E por mais que olhemos para ambos, não somos capazes de encontrar alguma semelhança.

Quem não perdeu horas do seu dia a pensar em quem terá inventado as primeiras cadeiras? Ou como tal ideia terá surgido? Ninguém? Pois, eu também não.

Fosse quem fosse, teve uma ideia brilhante. Não fosse por essa pessoa, e estaria neste momento a escrever este artigo de pé, ou no chão. Neste segundo cenário, seria complicado chegar ao teclado, ou sequer olhar para o que estava a escrever.

A verdade é que, para além do José Hermano Saraiva, ninguém quer saber de onde vieram as primeiras cadeiras. Queremos sim, dar graças, ou então tomar por garantida, esta grande dádiva que é a possibilidade de nos podermos sentar a uma mesa, ou numa secretária, neste objecto de quatro pernas. Sejam elas de madeira, de metal, ou até mesmo de plástico.

De qualquer forma, eu tenho uma teoria, Aliens. Como tudo na vida surgiu por obra e graça do Espírito Santo, e como o Espírito Santo é um Banco governado por alienígenas com intenções de governar os três grandes, e tomar posse do futebol Português, posso afirmar que as cadeiras fazem parte desse "tudo" e foram-nos trazidas, assim, por homenzinhos verdes. Sim, porque o BES não é verde por acaso.

Eu sei, as cadeiras foram-nos trazidas pelo Banco. De certa maneira podemos dizer que é uma espécie de justiça poética.

Mas então e os Morangos? Bem, os morangos são frutos, tal como as maçãs, as peras, e os tomates. Sim, os tomates também são frutos, visto serem eles o que alberga as sementes do tomateiro. Frutos, usados como vegetais nas saladas.

E as bananas? As bananas são mais um dos mistérios que só o BES pode responder. Não fosse ele o criador de tudo. Tanto das bananas, como das cadeiras, e dos morangos.

Será esta a misteriosa ligação entre morangos e bananas? Não eram bananas e cadeiras? Espera aí! Este artigo não é sobre o excesso de investimento na formação de profissionais de saúde? Enfim, perguntas condenadas a permanecer sem resposta.

Retomando a minha linha de raciocínio, ainda não cheguei à eterna questão sobre o que cadeiras e morangos têm em comum. Se pensarmos bem, ninguém é capaz de responder a esta pergunta sem saber o que estes objectos, criações do BES, ou seja lá como os quiserem chamar, são.

Podemos assim chegar ao consenso de que as cadeiras são frutos, e os morangos são objectos de mobiliário que geralmente acompanham as mesas e que servem para as pessoas se sentarem. Ou será que era ao contrário? Agora também não interessa. Nem ao menino Jesus. Embora ele também ande metido com o pessoal do BES, por isso não é de confiança.

Agora que sabemos o que são bananas, e o porquê dos Power Rangers ainda existirem, vamos tentar encontrar semelhanças entre morangos e cadeiras. Para além das mais óbvias, – serem ambas criações do BES, serem comercializadas em massa, e contribuírem para que mais bandas Rock se unam à Associação Evangélica Portuguesa para poderem tocar em piqueniques – temos que olhar para as semelhanças que se escondem no interior de cada um.

Os morangos são vermelhos, e existem cadeiras vermelhas. Mas não fica só por aqui. Os morangos são comidos muitas vezes à mesa. E o que está à volta da mesa? O tapete? Não! As cadeiras! E esta, hein?!

P.S.: Na realização deste artigo não foram comidas nenhumas bananas ou morangos, contudo uma cadeira foi de facto sentada.

P.P.S.: É caso mesmo para dizer: “Falaste com o BES? Não, falei com o teu”.

2 comments:

Afiadora said...

Epah, aliens... BES... mas o k eu gosto msm é dexe belo objecto, k tanto jeito faz... ;) bjx

oregaos(daniela) said...

Gostei desta teoria...
Eu sou da Familia ESpirito Santo...pois...isso explica muita coisa na minha existencia...